Apresentação

A partir da necessidade de monitorar as tendências da economia paulista no contexto da pandemia provocada pelo Covid-19, o Seade se mobilizou para desenvolver novos indicadores. Um deles é o PIB+30, que permite observar as estatísticas preliminares do PIB do Estado de São Paulo.

O indicador representa cerca de 97% do PIB estadual e será apresentado na forma de índices e taxas ajustadas sazonalmente, sendo publicado em conjunto com a estimativa oficial do PIB do mês anterior.

O PIB+30 se insere em uma linha de trabalho do Seade que contempla: o cálculo do PIB do Estado de SP e do PIB dos Municípios, estes em conjunto com o IBGE; e o sistema de estatísticas conjunturais, composto pelo PIB Trimestral (Estado de SP e Regiões) e PIB Mensal (Estado de SP).

O novo indicador tem como base uma revisão das melhores práticas internacionais e dá início ao uso de uma família de indicadores baseada nas chamadas “estimativas instantâneas” (flash estimates) ou “estatísticas em tempo real”. O PIB+30 tem como referência o mês anterior (t + 30) e incorpora em sua metodologia dados de alta e altíssima frequência com a finalidade de rastrear com maior rapidez as mudanças da atividade econômica no Estado de SP.

Importante dizer que parte expressiva das fontes utilizadas nos painéis do PIB Mensal e do PIB+30 são comuns ou seus dados apresentam relativa convergência em sua tendência de crescimento, fortalecendo assim as possibilidades de seu uso como indicador preditivo do PIB paulista.