ANÁLISE     

PIB TRIMESTRAL DO ESTADO DE SÃO PAULO

Segundo trimestre de 2018

O PIB paulista não variou entre o 1º e o 2º trimestres de 2018,
já descontados os efeitos sazonais. No confronto entre o
acumulado nos últimos quatro trimestres e o dos quatro
trimestres imediatamente anteriores, o PIB do Estado
avançou 2,7%.

Resultados do 2º trimestre de 2018

O Produto Interno Bruto do Estado de São Paulo cresceu 2,7% nos 12 meses encerrados no primeiro trimestre de 2018. Já na comparação entre o 1º e o 2º trimestres de 2018, não houve variação (0,0%), considerando-se a série livre de efeitos sazonais. Em relação ao 2º trimestre de 2017, o PIB paulista ampliou-se em 2,2%.
A Tabela 1 resume os principais resultados para a atividade econômica do Estado desde o 2º trimestre de 2017.PIB_2trim_2018_img1

A tendência do índice do PIB para o 2º trimestre de 2018 ficou estável, não conseguindo, portanto, retomar a trajetória ascendente que vinha sendo observada ao longo de 2017, conforme pode-se verificar no Gráfico 1.PIB_2trim_2018_img2Últimos quatro trimestres/quatro trimestres imediatamente anteriores

No acumulado dos quatro trimestres terminados no 2º trimestre de 2018, o PIB do Estado de São Paulo cresceu 2,7% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores.PIB_2trim_2018_img3Conforme mostra o Gráfico 3, no acumulado dos últimos quatro trimestres, o Valor Adicionado elevou-se em 2,5% e os Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios registraram crescimento de 3,9%. O resultado apresentado pelo Valor Adicionado, nesse tipo de comparação, deveu-se ao desempenho positivo dos serviços (2,1%), da indústria (3,9%) e da agropecuária (2,4%). No caso da indústria, nota-se que o desempenho positivo foi impulsionado basicamente pela expansão da indústria de transformação (5,3%), enquanto a extrativa mineral apresentou desempenho bem mais modesto, com taxas de 1,7%, já a construção civil mostrou pequena retração (-0,3%).PIB_2trim_2018_img4Taxa trimestral contra trimestre imediatamente anterior
(com ajuste sazonal)

Considerando-se a série com ajuste sazonal, a atividade econômica do Estado ficou estável (variação de 0,0%) entre o 1º e o 2º trimestres de 2018, com taxas positivas para agropecuária (0,9%) e serviços (0,1%), enquanto a indústria apresentou recuo de 1,0%.PIB_2trim_2018_img5Trimestre/mesmo trimestre do ano anterior
No 2º trimestre de 2018, em comparação ao mesmo período de 2017, o PIB paulista cresceu 2,2% em função da expansão em todos os setores: indústria (3,4%), serviços (1,5%) e agropecuária (0,5%).PIB_2trim_2018_img6Acumulado ao longo do ano / mesmo período do ano anterior
No acumulado dos dois primeiros trimestres do ano, em relação ao mesmo período de 2017, a atividade paulista apresentou crescimento de 2,2%, registrando expansão dos serviços (1,7%) e da indústria (3,5%) e um pequeno recuo da agropecuária (-0,3%).PIB_2trim_2018_img7Valores correntes¹
O Produto Interno Bruto do Estado de São Paulo do 2º trimestre de 2018 foi estimado em R$ 540,53 bilhões, sendo R$ 454,94 bilhões referentes ao Valor Adicionado e R$ 85,59 bilhões aos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios. Em termos anualizados, correspondendo à soma dos últimos quatro trimestres, o PIB paulista chegou a R$ 2,11 trilhões, com um Valor Adicionado de R$ 1,78 trilhão e R$ 338,47 bilhões referentes aos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios.PIB_2trim_2018_img81. Valores que expressam tanto as variações das quantidades produzidas quanto as dos preços.