PED Região Metropolitana de São Paulo
Conheça estudo especial a respeito das trabalhadoras domésticas na Região Metropolitana de São Paulo

Boletim Mensal


Maio de 2017, nº 390

Taxa de desemprego manteve-se relativamente estável ao passar de 18,6% em abril para 18,8% em maio


Resumo:

  • Aumenta o nível de ocupação na Indústria de Transformação e no Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, e se reduz nos Serviços e na Construção
  • Cresce o número de autônomos e de assalariados no setor privado sem carteira assinada
  • Eleva-se o rendimento médio real de ocupados e assalariados, em abril de 2017
  • Também crescem as massas de rendimentos de ocupados e assalariados, mas ambas permanecem abaixo da verificada no mesmo mês do ano passado
  • Entre abril e maio de 2017, nos demais domínios geográficos para os quais os indicadores da PED são calculados, a taxa de desemprego total reduziu-se de 18,4% para 16,4% na sub-região Sudeste (ABC) e de 18,6% para 18,3% no município de São Paulo, e elevou-se de 15,4% para 19,9% na sub-região Oeste (Osasco, Barueri e outros) e de 19,9% para 21,8% na Leste (Guarulhos, Mogi das Cruzes e outros)


ARQUIVO EM PDF  GRÁFICOS E ÚLTIMOS RESULTADOS

Outros boletins de   2017